quinta-feira, 4 de setembro de 2008

relato de um pós-operatório

Bem a verdade é que sobrevivi, ainda não sarei as feridas todas da guerra mas sobrevivi.
No meu caso, não havia outro remédio se não arrancar os quatro sisos em operação de anestesia geral, uma vez que estavam todos inclusos no osso e ia ser um sofrimento para mim ser com anestesia local dois em dois.
Nunca tinha passado pela experiência de estar sobre o efeito de anestesia geral, e a verdade é que dispenso voltar a repetir. Nos dias anteriores à cirurgia tinham-me dito que era como dormir, não temos consciência que estamos a dormir, apenas nos lembramos do antes e do depois.
A verdade é que foi uma sensação de outro mundo, apenas me recordo da voz do anestesista (e que fique registado que era podre de bom) a dizer: agora vai sentir um ador no braço quando eu introduzir a anestesia; e eu respondi: estou a sen... puff desliguei. A memória a seguir é da enfermeira a acordar na sala de recobro duas horas depois.
Parecia que estava completamente ganzada, não conseguia manter os olhos abertos por muito tempo e só pensava em dormir.
Mas o pior confesso que não foi a operação em si, mas o pós-operatório nestes três ultimos dias. A minha cara parece o Mário Soares com o dobro do tamanho, mal consigo mastigar, um pouco de dor de vez em quando e com os lábios todos em ferida e crosta.
O dentista disse que estou a sarar muito bem, mas que nunca tinha visto uma boca tão pequena como a minha (pudera, eu sou toda pequenina, é claro que a minha boca também é), de modo que as feridas labiais e o inchaço devem demorar um pouco mais a passar.
Próxima segunda vou tirar os pontos e até lá espero estar totalmente recuperada, porque sinceramente já tou farta de comer batidos e passar o dia a ver televisão (e eu a pensar que isso era o paraiso).
Portanto conclusão do dia, se tens uma boca pequena tás f***.

2 comentários:

Bisc8 disse...

Estou a ver que preciso de ser operado aos dentes para pôr a minha cultura cinematográfica em dia lol (brincadeirinha) :P

Mas acredita que há operações muito piores!

Resta-me desejar as melhoras. ;)

Sofia disse...

Ainda bem que correu tudo bem e a recuperação está em marcha a bom ritmo. Agora deixa os batidos e dá-lhe nos gelados!!! :)

Continuação das melhoras e um beijinho!