sexta-feira, 6 de Agosto de 2010

eu sei que só tenho 20 anos mas fiquei com vontade de me casar depois de passar o dia a ver estas lindas fotografias

(btw resolvi trazer este blog de novo à vida, a ver como corre)

sexta-feira, 19 de Fevereiro de 2010

Balenciaga


Oh mãeee posso posso? Eu porto bem este semestre, prometo prometo.

terça-feira, 16 de Fevereiro de 2010

Ontem à noite foi a ante-estreia do filme The Wolfman para clientes yorn no cinema São Jorge. Depois de hora e meia de filme sai da sala com um único comentário na cabeça - ainda bem que os bilhetes foram dados e que nãp paguei 5 euros por isto. O filme simplesmente não merecia o dinheiro, caso o tivesse pago. O charmoso Anthony Hopkins encontrava-se igual a si mesmo, tornando um filme que eu classificaria por mauzinho em apenas mediano. Tirando isso, tudo no filme parecia torná-lo menos assustador do que seria suposto. O argumento e a realização deixavam a desejar, levando a que todos os acontecimentos fossem demasiado prevísiveis e tirando qualquer suspense do filme. Eu fiquei ligeiramente desiludida mas até foi uma noite bem passada.

sexta-feira, 12 de Fevereiro de 2010

Eu pensava que era apenas um mito urbano, essa coisa dos homens terem medo de se compremeter e apenas se casarem para fazerem as mulheres felizes. Também é verdade que eu sou uma pessoa naturalmente naive e excessivamente romântica, mas mesmo assim, continuava a acreditar que haveria homens que se casariam com a mulher que amam, se assim o entendem-se que os faria felizes.
Até ouvir directamente da boca de um homem, que pelos vistos já tinha reunido a opinião de muitos outros : os homens não se querem casar, apenas o fazem para deixarem as mulheres felizes e satisfeitas.
Mas o que é isto? Algum serviço de fast food, dá-se o que a cliente quer e ela fica satisfeita até talvez pedir o divórcio dali a uns anos?!
Bom, talvez a culpa fosse minha por acreditar demais nas pessoas, mas não será talvez um pouco estúpido casar por razões tão erradas e pouco sinceras?
E para que fique esclarecido, não estou a tentar globalizar todos os homens nem todas as mulheres na mesma situação e muito menos estou a dizer que todas as pessoas se deviam casar ou prometer uma vida a dois para sempre. No entanto, e para quem quer realmente casar, façam-no pelos motivos certos, e não me parece que este seja um deles.

segunda-feira, 8 de Fevereiro de 2010

Cheguei à conclusão que nunca estamos satisfeitos. Agora que estou numas merecidas férias depois de tantos exames, quando estou estatelada no sofá em morte cerebral tenho sempre a sensação que deveria estar a estudar; mas depois penso duas vezes e não, estou mesmo sem nada para fazer.